Cicinho admite cansaço, mas promete superação em clássico

 

A maratona enfrentada pelo Palmeiras no meio da semana para pegar o Comercial-PI pela Copa do Brasil deixou o elenco mais cansado antes do clássico contra o São Paulo, neste domingo, pelo Campeonato Paulista. Porém, o lateral direito Cicinho assegurou que isso não vai fazer o time correr menos para tentar quebrar o jejum de nove anos sem vitória sobre o rival tricolor no Morumbi.

"Acontece de a perna pesar, sim. Viajamos para Teresina, mas tivemos que pousar em Fortaleza por causa do apagão no aeroporto. Perdemos muito tempo sentados no avião, isso cansa. A viagem foi para longe, então você tem um desgaste", disse o jogador, que em campo ajudou na vitória por 2 a 1 sobre os piauienses - resultado insuficiente para eliminar o jogo de volta.

De olho no problema, o técnico Luiz Felipe Scolari tem poupado os jogadores, que treinaram em apenas um período desde a volta a São Paulo.

"Agora temos que descansar, fazer massagem e o que for preciso para não estarmos desgastados na hora do jogo", apontou Cicinho. O objetivo é estar forte para vencer, barrar a ascensão do arquirrival, quebrar o jejum e manter a liderança do Estadual.

"Na hora do jogo você esquece de tudo, esquece desse negócio de favoritismo, ainda mais em um clássico. Nem vamos sentir, vai estar todo mundo a milhão e isso não vai ser dificuldade", afirmou, tentando garantir ao Palmeiras uma vitória sobre o rival em pleno Morumbi: "esse jejum não me incomoda. Acho bacana todo mundo falar, porque podemos provar o contrário e acabar com isso aí".