Após eliminação, Vitória visa bater último invicto do Baiano

 

Esquecer a Copa do Brasil e tentar agora o pentacampeonato baiano. Essa é a missão do Vitória, a partir desta sexta-feira, um dia após eliminação ao empatar com o Botafogo-PB por 0 a 0, dentro de casa. O time rubro-negro entra em campo no próximo domingo contra o único invicto do Estadual, o Bahia de Feira. O jogo começa às 16h (horário de Brasília), no estádio Barradão, em Salvador.

O Vitória vai enfrentar a defesa menos vazada da competição, com apenas quatro gols sofridos, sem o atacante Neto e o volante Uelliton, ambos expulsos no clássico Ba-Vi, do último domingo. O técnico Antônio Lopes ainda não definiu os substitutos.

Outro problema para a equipe é Neto Coruja. O volante, que ainda não atuou na temporada, continua em recuperação da tendinite. Lopes pode contar com Esdras ou Edson Magal, que foi integrado à equipe profissional e, de acordo com o técnico, tem se desempenhado bem nos treinos.

Já Eduardo Neto foi liberado pelo departamento médico e pode jogar. O lateral direito sofreu uma lesão há quase um mês, e a última vez que entrou em campo foi justamente contra o mesmo adversário de domingo, quando as equipes empataram por 1 a 1.

O misterioso Lopes só deverá divulgar a lista de todos os titulares, momentos antes da partida. Líder do Grupo 1 com 18 pontos, dos 24 disputados, e a quatro rodadas para o final da primeira fase, o Bahia de Feira está perto de garantir uma das vagas na próxima etapa da competição.

Para ajudar o time a se manter na liderança, o técnico Arnaldo Lira terá o retorno do meia Bruninho, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Por outro lado, há quatro dúvidas: os laterais Edson e Bebeto, e os zagueiros Osmar e Alex Baiano. Todos os atletas estão com lesão.