Flamengo decreta "lei da mordaça" antes da final contra Boavista

 

Apesar da flexibilização, o Flamengo passará por uma "meia lei da mordaça" até a decisão da Taça Guanabara, contra o Boavista, no domingo. Os jogadores do time rubro-negro não poderão participar de entrevistas exclusivas ou sessões de fotos, típicas antes de jogos decisivos.

A decisão foi tomada em comum acordo entre a comissão técnica e a diretoria do clube. O objetivo é preservar os jogadores e manter o foco na final contra um time considerado mais fraco.

Na semana passada, o técnico Vanderlei Luxemburgo blindou os atletas antes da semifinal diante do Botafogo e só ele concedia entrevistas. Nesta semana, as entrevistas estão liberadas para acontecer somente nos locais de treino.