Jeferson pede cautela ao Vasco e diz não ser "chinelinho"

Substituto do ex-capitão Carlos Alberto, que foi para o Grêmio, o meia Jeferson pregou humildade ao time do Vasco após a goleada histórica sobre o América por 9 a 0 e lembrou que o time está de fora das semifinais da Taça Guanabara.

O jogador disse que mais importante que golear e jogar bem será o time voltar a ganhar títulos. O Vasco amarga um jejum de títulos estaduais há oito anos e a última conquista foi o título da Série B do Brasileirão em 2009.

"Foi uma vitória importante, mas apenas mais uma vitória. Temos que manter os pés no chão. Estamos fora da Taça Guanabara. Temos que dar tudo para entrar ganahr a Taça Rio", analisou o meia. Jeferson, que chegou ao clube em 2009, mas até agora não se firmou, quer dar a volta por cima e mostrar seu valor em 2011.

"Não sou chinelinho. Por onde passei sempre mostrei meu valor. Quero reverter essa situação. Quero ser coadjuvante com títulos em vez de jogar bem e não ganhar nada", declarou ele.