Kubica se encontra estável depois de nova operação

O estado de saúde do piloto polonês de Fórmula 1 Robert Kubica é estável, confirmou neste sábado uma fonte médica, um dia depois da segunda operação a que foi submetido após seu grave acidente num rali em 5 de fevereiro.

"O estado de saúde de Robert Kubica é estável", anunciou o hospital Santa Corona de Pietra Ligure, depois da cirurgia no ombro e na parte anterior do úmero direito, durantenove horas.

Kubica já havia sido operado no domingo passado durante sete horas pelos danos sofridos por sua mão direita.

O piloto polonês recebeu, também, uma gota de sangue do Papa João Paulo II contida num relicário para ajudá-lo a se curar, como anunciou na sexta-feira o cardeal Stanislaw Dziwisz, arcebispo de Cracóvia (sul da Polônia).

"João Paulo II praticava esporte, gostava dos esportistas e dos jovens", declarou Dziwisz, ex-secretário e amigo pessoal de Karol Wojtyla.

Kubica (Lotus Renault) sofreu uma lesão grave quando disputava o rali Ronda di Andora, na região norte da Itália, domingo passado. Ele quase teve a mão direita amputada por uma barreira de segurança que entrou no carro.

Antes da cirurgia, Kubica prometeu voltar ainda mais forte que antes, em uma entrevista ao jornal italiano Gazzetta Dello Sport.

"Quero voltar às pistas mais forte do que antes", disse o piloto, de 26 anos.