Lutadores de sumô admitem manipulação de combates

TÓQUIO - Pelo menos três lutadores de sumô admitiram que manipularam resultados de combates, informou o ministro japonês da Educação e Esportes, após a revelação de um novo escândalo na ancestral modalidade nipônica.

O ministro Yoshiaki Takaki afirmou a uma comissão parlamentar que o presidente da Associação Japonesa de Sumô (AJS) informou que três sumotoris confessaram o crime.

O caso foi revelado depois que a polícia encontrou mensagens em telefones celulares de lutadores que davam a entender a manipulaçãi dos resultados.

O presidente da AJS, Hanaregoma, apresentou um pedido de desculpas oficial e prometeu impor punições severas aos suspeitos se a culpa for confirmada. A suspeita de fraudes paira sobre a modalidade venerada no Japão há muitos anos.