Sul-Americano Sub-20: Colômbia teme Neymar, mas promete atacar Brasil

AREQUIPA - Próxima adversária do Brasil no Sul-Americano Sub-20, a Colômbia teme que uma noite iluminada de Neymar acabe com a sua esperança no torneio que vale duas vagas olímpicas. Os dois países se enfrentam de quinta para sexta-feira, à 0h10 (de Brasília), e o técnico Eduardo Lara demonstra preocupação com o artilheiro.

"Não temos dúvida que Neymar é um jogador consolidado, mas vamos rezar e esperar que na noite de quinta não esteja iluminado", afirmou o treinador, que busca a recuperação com a sua seleção após derrota por 1 a 0 sobre o Uruguai.

Na primeira fase, Lara adotou uma postura diferente em relação a Neymar e ao Brasil. Evitou falar publicamente sobre o atacante, mas nos bastidores montou uma marcação que se mostrou a mais eficiente sobre o astro durante o torneio.

O brasileiro quase não apareceu no jogo. A discrição só foi quebrada no final da partida, quando Neymar marcou um gol aos 41min do segundo tempo em contra-ataque e finalizou a difícil vitória por 3 a 1 em Tacna.

Principalmente no primeiro tempo, os colombianos criaram dificuldades para os brasileiros com uma proposta ofensiva. A intenção de Eduardo Lara é manter a mentalidade e tentar surpreender o Brasil.

"Não vamos apenas nos defender, jogaremos de igual para igual como fizemos em Tacna, porque nem Brasil nem Colômbia sabem se defender. Espero que seja uma linda partida", avisou.

Pelo lado brasileiro, o discurso é de respeito, mas sem perder o otimismo. "É um adversário forte, mas a nossa equipe está preparada e vamos conseguir sair com a vitória", disse o lateral direito Galhardo.