Chefe de segurança corintiano teme "tragédia" na Colômbia

Corinthians faz jogo de volta contra o Tolima nesta quarta, às 22h (de Brasília)

SÃO PAULO - Além da necessidade de um triunfo ou de um empate com gols para evitar a queda na Pré-Libertadores, outro fator preocupa o Corinthians para o jogo de volta contra o Tolima, nesta quarta-feira: a segurança do Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué (Colômbia).

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Waldir Dutra, chefe de segurança do clube, confirmou que os corintianos enviaram para a Conmebol um ofício exigindo que a arena esteja em melhores condições na hora do duelo decisivo. Dutra disse que viu muitas pedras e materiais de construção no campo e que teme por uma "tragédia".