Botafogo empata com o Bangu: 1 a 1

Em jogo que marcava a estreia do uruguaio Arévalo Ríos, foi um velho conhecido da torcida alvinegra quem roubou a cena. Inspirado, Jefferson "fechou" o gol e ainda pegou pênalti, mas, mesmo com a grande atuação do goleiro, o Botafogo cedeu o empate para o Bangu, por 1 a 1, no fim da partida. O resultado adiou para a próxima rodada a classificação da equipe de General Severiano para a semifinal da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. O jogo foi disputado no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, e contou também com o debute de Márcio Azevedo na lateral esquerda.

Diferente do último jogo, contra o Olaria, quando começou pressionando o adversário e abriu o placar com apenas 13s de jogo, o Botafogo sofreu para penetrar na defesa adversária. Inclusive, a primeira grande oportunidade da disputa foi do Bangu. Aos 15min de jogo, Leandro Costa partiu em velocidade e bateu forte da entrada da área para defesa de Jefferson. No rebote, Ricardinho bateu forte e o goleiro voltou a salvar, fazendo sua primeira intervenção na partida.

Cinco minutos depois, o Bangu voltou a assustar. Pipico escorou jogada na área e rolou para China. O lateral soltou a pancada e Jefferson, novamente, fez boa defesa para o Botafogo.

Aos 24min, saiu o primeiro gol da partida. Alessandro cobrou falta na área e Diego Padilha colocou a mão na bola. O árbitro assinalou pênalti e deu cartão amarelo para o atacante do Bangu. Loco Abreu foi para a bola e chutou sem chances para o goleiro adversário, marcando mais um no Carioca.

O Bangu voltou melhor para a segunda etapa e, mesmo construindo muitas chances, parava em Jefferson. Aos 17min, Fahel derrubou Fabiano Silva, dentro da área, e o árbitro apontou penalidade. Pipico foi para a bola e o goleiro botafoguense salvou a equipe de General Severiano novamente.

Faltando cerca de dez minutos para o fim do jogo, a pressão do Bangu surtiu efeito. Pipico recebeu bola na área e bateu para grande defesa do goleiro botafoguense. A bola voltou para Abílio, que chutou, dessa vez sem chances para Jefferson.