Renato agradece a Joel Santana pelo apoio e busca evolução

RIO - Após ver seu futuro como incerto no fim de 2010, Renato agradece ao Botafogo por ter permanecido. Mais do que isso, o meia tenta corresponder à expectativa depositada nele. Se mantiver o bom desempenho das cinco primeiras partidas (contando o amistoso com a Democrata-MG), ele tem tudo para conseguir. Afinal, são três gols e quatro assistências.

Ciente de que o bom começo não é garantia de uma temporada de sucesso, Renato espera que o Botafogo mantenha a rotina de vitórias nos clássicos e nos jogos decisivos. Como camisa 10, ele sabe que suas atuações serão fundamentais, então agradece o apoio que vem recebendo, principalmente do técnico Joel Santana.

"Joel tem uma grande importância, ele bateu o pé para eu ficar, assim como o Anderson Barros (gerente de futebol) fez. Houve duas situações para sair ano passado, mas o clube teve pulso forte e me manteve. Em uma preleção este ano, Joel disse que aposta tudo em mim. Entro em campo para dar minha vida, ajudar o Botafogo e o treinador", diz Renato, que garante que não se acomodará.

"Estou sendo a prioridade, mas não posso achar que sou o cara. Tenho que melhorar a cada dia, manter um bom nível de confiança e estar firme", acrescenta.

O meia reconheceu que evoluiu nas partes tática e técnica, já que, em suas palavras, corria muito e produzia pouco no ano passado. Com a vantagem de ter realizado uma boa pré-temporada, ele ganhou em motivação.

"Estou mais firme, noto um respeito maior dos companheiros. Percebo quando acham que não vou bem. O grupo está confiante, quer que eu faça as jogadas, crie, coloque os atacantes na cara do gol. Estou confiante em buscar as vitórias e ajudar o Botafogo", completa.

Site do Botafogo