Lucas encerra jejum, sai machucado, mas se diz pronto para jogar

Na partida em que marcou seu primeiro gol no Sul-Americano Sub-20, o meio-campista Lucas deixou o campo machucado após chutar o pé de um chileno na vitória brasileira por 5 a 1, na madrugada desta terça-feira, em Arequipa. Porém, o jogador disse não estar preocupado e garantiu presença contra a Colômbia, na madrugada de quinta para sexta-feira.

"Foi só uma pancadinha. Acabei chutando o pé dele. Fiz um gelo e já aliviou. Vou tratar durante a semana e jogar a próxima partida", disse o são-paulino, que depois de um primeiro tempo irregular foi mais incisivo na segunda etapa.

Apesar de a lesão ter ocorrido em um lance em que não houve deslealdade do adversário, Lucas foi um dos jogadores que mais apanhou. No primeiro tempo, ele teve que fazer um curativo no rosto para estancar um sangramento.

Com muita vontade desde o primeiro minuto de partida, Lucas disse que o gol marcado ajuda a tirar um pouco da pressão. Ele ressaltou que sua função não é ser artilheiro, mas que balançar as redes ajuda a ganhar confiança.

"A gente sempre quer fazer um golzinho. Minha característica não é essa, mas eu estava sentido que uma hora ia marcar. Quando a bola veio viajando eu percebi que ia sobrar para mim, vi o goleiro adiantado e dei um tapinha por cima", afirmou.

Na comemoração, homenagem a mãe. "Ela é cabeleireira há 25 anos e fiz essa surpresa para ela. Acredito que pelo gol foi o meu melhor jogo, estou evoluindo. E do grupo com certeza foi o melhor. Um estava correndo para o outro desde o início", disse.

Problema

Além do meio-campista Lucas, o lateral direito Danilo deixou a partida contundido e será reavaliado pelos médicos da Seleção Brasileira nesta terça-feira. "O Lucas está inteiro, é guerreiro e até voltaria a campo se eu não optasse por tirá-lo. Sobre o Danilo temos que esperar. Com o Lucas conversei depois do jogo, com o Danilo não."