Mano Menezes evita falar de projeto olímpico antes da vaga

No Peru para acompanhar o trabalho da Seleção Sub-20 no Sul-Americano da categoria, o técnico Mano Menezes evitou falar sobre projeto olímpico para Londres 2012. O Brasil busca uma das duas vagas em jogo no torneio a partir desta segunda-feira, na estreia do hexagonal final, contra o Chile, às 0h10 (de Brasília), no Estádio Monumental de Unsa, em Arequipa.
"Não gosto de falar sobre coisas que ainda não aconteceram. Temos que conseguir primeiro a vaga", afirmou o treinador, que deixará o Peru nesta segunda-feira antes do confronto contra os chilenos.
Desta forma, Mano evitou dizer se a base da Sub-20 será mantida em caso de classificação para Londres. Na última Olimpíada, apenas Lucas e Alexandre Pato, entre os que estavam no torneio pré-olímpico, disputaram os Jogos de Pequim.
Pelo que tem mostrado em seu início de trabalho à frente da Seleção, a tendência é que poucos jogadores da Sub-20 sejam aproveitado em caso de vaga. Nas primeiras convocações, Mano chamou jogadores abaixo de 23 anos, o limite olímpico, e disse claramente que pensava em uma possível Olimpíada.
Assim, nomes como do goleiro Neto, dos zagueiros Mario Fernando e Breno, os meio-campistas Sandro, Giuliano e Paulo Henrique Ganso e os atacantes André e Alexandre Pato, surgem como quase certos em caso de classificação. Da atual Seleção Sub-20, Neymar é o único que foi chamado para o time principal.