Prontos para chance, reservas tentam provar que grupo da Sub-20 é forte

O técnico Ney Franco apenas confirmará o time apenas no dia do jogo, mas a tendência é que a Seleção Brasileira enfrente o Equador, de terça para quarta-feira, às 0h10 (de Brasília), com um time quase todos reserva. O Brasil já está classificado para a fase final do Sul-Americano Sub-20, mas ainda busca a primeira colocação do grupo.

Com quatro jogadores pendurados (goleiro Gabriel, zagueiro Juan, volante Casemiro e o atacante Neymar) e um suspenso, Ney quer que seus principais jogadores entrem na fase final zerados. Fora isso, o cansaço da viagem a Moquegua, local do empate com a Bolívia, também pesará.

Com este cenário, quatro reservas deram entrevistas nesta segunda-feira em Tacna e se disseram prontos para o desafio de amanhã. "Para a gente que não está tendo muita oportunidade, aparece uma dessas e não podemos desperdiçar. Independente de estar classificado, temos que entrar e mostrar nosso futebol, jogar para vencer e buscar a vitória", disse o meia-atacante Ala Patrick.

Na mesma linha, o meio-campista Oscar lembra que atuou pouco na estreia do Brasil contra o Paraguai e quer mostrar serviço. "Tanto para mim quanto par quem não teve oportunidade, esse jogo pode ser importante. Vamos mostrar que o grupo é forte", disse.

Com vaga garantida por conta da lesão do titular Danilo, Galhardo pensar em mostrar para Ney Franco que está preparado para qualquer desafio. "Todo mundo tem potencial para provar que é titular", afirmou.

O Brasil deve entrar em campo com uma formação próxima de: Gabriel; Galhardo, Saimon, Romário e Gabriel Silva; Fernando, Zé Eduardo e Oscar; Alan Patrick, Henrique e Diego Maurício.