Grêmio anuncia saída de artilheiro Jonas para o Valencia

 

Artilheiro da última edição do Campeonato Brasileiro, o atacante Jonas deixou o Grêmio nesta segunda-feira. O Valencia, da Espanha, pagou a baixa multa de 1,25 milhão de euros (R$ 2,84 milhões) e o jogador não vestirá mais a camisa do time gaúcho.

Na vitória do Grêmio por 2 a 1 sobre o São José, na última sexta-feira, Jonas se desentendeu com a torcida. Vaiado no primeiro tempo, o atacante voltou para a segunda etapa inspirado. Após marcar o primeiro gol da equipe tricolor, Jonas foi em direção às arquibancadas e xingou a torcida. O atacante também marcou o segundo gol e sequer comemorou o feito. Além disso, em um lance isolado na lateral do campo, Jonas chutou a bola em direção aos torcedores gremistas.

Jonas tinha contrato com o Grêmio até o fim da temporada e, a partir do meio do ano, já estaria liberado pela diretoria gremista para assinar um pré-contrato com outro time.

Antonio Vicente Martins, vice-presidente de futebol do Grêmio, lamentou a baixa multa rescisória do atleta.

"No acordo de prorrogação de contrato feito com o jogador pela diretoria passada foi estipulado um valor baixo para o mercado brasileiro e um valor extremamente baixo para o exterior. Nós sentamos para conversar com o jogador e ele tinha aceito algumas propostas que tínhamos feito e chegou até a recusar uma proposta muito boa do futebol da Rússia. Porém, ontem (domingo) à noite, o Jonas entrou em contato com a diretoria e anunciou o acordo com o Valencia", afirmou o cartola gremista.

O dirigente fez questão elogiar a atitude do atleta e a postura do jogador com o clube no momento do desligamento. "O Jonas foi correto em todo o processo e resolveu aceitar a proposta por um desafio profissional em sua carreira", completou Martins.