Após polêmica com Kaká, Benzema decide e Real vence Mallorca

 

O atacante Karim Benzema foi muito criticado durante a semana pelo técnico José Mourinho e por Kaká. O jogador francês entrou em campo pressionado e decidiu ao marcar o gol da vitória do Real Madrid sobre o Mallorca por 1 a 0, neste domingo, no Santiago Bernabéu, pela 20ª rodada do Campeonato Espanhol. Depois de criticar o companheiro de equipe, o brasileiro começou jogando, mas foi substituído no intervalo.

Com a vitória, o Real manteve a distância para o Barcelona em apenas quatro pontos (55 a 51 pontos). Já o Mallorca perdeu uma posição e caiu para o nono lugar, com 27 pontos. Na próxima rodada, a equipe da paradisíaca Palma de Maiorca encara o Sporting Gijón, enquanto o time dirigido por Mourinho enfrenta o Osasuna.

O JOGO

O técnico José Mourinho surpreendeu na escalação inicial ao sacar Xabi Alonso e Özil para colocar Kaká e Granero. Inicialmente, a alteração não deu muito certo e o Mallorca dominou o começo de partida no campo do Real Madrid. Logo aos 3min, Casillas teve que sair nos pés de Gonzalo Castro, após passe errado de calcanhar do meia brasileiro, que voltou ao time titular.

Sem os dois armadores, o Real Madrid ficou perdido em campo, sem saída de bola. O domínio do time visitante ficou explícito com a bola na trave aos 12min. Outro brasileiro em campo pelo time da casa, o lateral Marcelo falhou e Nsue entrou livre na área, mas o jogador do Mallorca perdeu grande chance ao chutar na trave direito do gol defendido por Casillas.

As únicas boas jogadas do Real Madrid surgiram pelos lados do campo, principalmente com o argentino Di María e o português Cristiano Ronaldo. A partir da metade do primeiro tempo o time da capital espanhola passou a ter o domínio de jogo no Bernabéu. Aos 30min, o C. Ronaldo fez boa jogada e tocou de calcanhar para Marcelo, que chutou em cima do zagueiro Nunes.

O Mallorca passou a apostar nos contra-ataques e chegou mais uma vez com perigo aos 38min. Tejera fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou para Webó, só que o camaronês não pegou em cheio na bola e perdeu a oportunidade de surpreender o Bernabéu. Quando o árbitro Iturralde González apitou o fim do primeiro tempo, a torcida do Real Madrid vaiou o fraco desempenho da equipe.

Insatisfeito, José Mourinho alterou a equipe no intervalo. Saíram o brasileiro Kaká e Gago e entraram Xabi Alonso e Özil. O time voltou tocando melhor a bola, mas foi o Mallorca que chegou com perigo. Webó recebeu passe na cara do gol, mas Casillas saiu bem nos pés do atacante. Com o Real pressionando, o time visitante passou a apostar nos contra-ataques.

Com o time praticamente titular, o Real Madrid chegou ao gol com o criticado Benzema, aos 15min do 2º tempo. Após receber passe de Cristiano Ronaldo, o atacante francês se livrou de Ramis e finalizou na saída de Aouate, para aliviar a torcida no presente Santiago Bernabéu.

Depois do gol, o Mallorca voltou a atacar, mas sem causar perigo ao gol defendido por Casillas. Mas quem passou a atacar com perigo foi o Real. Em falta frontal, aos 32min, Cristiano Ronaldo cobrou com seu estilo e a bola passou rente à trave esquerda do gol de Aouate. Aos 34min, Benzema ganhou do zagueiro, mas chutou para fora.

No minuto seguinte, Cristiano Ronaldo esteve perto de marcar o segundo gol do Real Madrid e decidir a partida, mais uma vez. Di María fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou para o português, que subiu mais alto que o marcador e cabeceou. A bola caprichosamente bateu no travessão e foi para fora.

Nos descontos, Casillas salvou a vitória do Real Madrid ao defender chute à queima roupa de Webó.