Terezinha quebra recorde mundial de Ádria nos 200 m livre

A mineira Terezinha Guilhermina quebrou um recorde que durava dez anos no esporte paraolímpico. A atleta registrou 24s74 nas eliminatórias dos 200 m livre, categoria T11 (deficiente visual), durante o Mundial Paraolímpico de Atletismo, em Christchurch, na Nova Zelândia.

A antiga marca pertencia a outra brasileira, Ádria dos Santos, que em 2000 havia registrado 24s99 na Paraolimpíada de Sydney. A experiente atleta, 36 anos, esteve presente na disputa dos 200 m neste Mundial, mas fez o tempo de 29s19 e não conseguiu avançar à próxima fase.

Terezinha, 32 anos, é dona de quatro medalhas paraolímpicas - uma de ouro, uma de prata e duas de bronze - e buscará neste sábado o ouro nos 200 m no Mundial. A atleta também está confirmada para os 100 m, 400 e 4x100 m.

Outro destaque brasileiro nas eliminatórias dos 200 m foi a acreana Jerusa dos Santos, que marcou 26s72 e também garantiu um lugar nas finais.

Na categoria T12, a paulista Ana Tércia marcou 27s54 e conquistou uma das quatro vagas na final.

O jornalista viajou a convite do Comitê Paraolímpico Brasileiro