Novo presidente do Palmeiras promete pagar salários e segurar Felipão

SÃO PAULO - Eleito presidente do Palmeiras na noite da última quarta-feira, Arnaldo Tirone disse ao jornal Folha de S. Paulo que uma de suas prioridades durante o mandato será manter a folha de salário em dia. De acordo com o mandatário, o elenco depende da diretoria e vice-versa, por isso deve haver "confiança de ambos os lados". Nos últimos meses, houve problemas no pagamento dos compromissos dos funcionários.

Tirone ainda afastou um rumor que surgiu antes do pleito e dava conta de que o salário do técnico Luiz Felipe Scolari seria reduzido caso o oposicionista fosse eleito.

O novo presidente classificou Felipão como um dos melhores treinadores da história do clube, disse que seu contrato será cumprido até 2012 e que procurará reforços que o técnico indicar. Por fim, pediu paciência aos torcedores que protestaram antes da eleição.