Federer bate Malisse com tranquilidade e avança na Austrália

MELBOURNE - O suíço Roger Federer entrou em quadra nesta sexta-feira e não teve dificuldades para passar pelo belga Xavier Malisse por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/3 e 6/1, e avançar para a próxima rodada do Aberto da Austrália.

A vitória tranquila contrastou com o sufoco passado pelo tenista na rodada anterior, quando precisou do quinto set para vencer o francês Gilles Simon, depois de ter vencido as duas primeiras parciais do jogo.

Foi a 57ª vitória de Federer no Aberto da Austrália, superando as 56 obtidas do ex-tenista sueco Stefan Edberg. Federer agora é, isolado, o maior detentor de triunfos do torneio desde 1968, na chamada Era Aberta. Além disso, são apenas quatro derrotas e quatro títulos do Grand Slam australiano.

Arrasador no início do jogo, Federer deu indícios de que um massacre estava por vir ao abrir 4/0 no primeiro set. Um momento de instabilidade, porém, deu um pequeno respiro ao adversário, que obteve uma quebra mas não foi páreo.

Na segunda parcial, Malisse começou bem, obteve nova quebra e chegou a abrir 3/1. Mas Federer reagiu e, sem dar chance ao oponente, venceu na menos que cinco games consecutivos para fechar o set.

No terceiro, o show continuou com outros cinco games consecutivos. Malisse conseguiu confirmar seu serviço e diminuiu, mas não tinha mais condições de reagir.

O suíço ainda não foi derrotado nesta temporada e coloca a invencibilida a prova na oitavas antes o espanhol Tommy Robredo ou contra o ucraniano Sergiy Stakhovsky.