Dono da camisa 1 do Fla, Felipe não quer se empolgar

Apesar de boa estreia, goleiro rubro-negro sabe que não se pode vacilar com a torcida

RIO - "Se tomar gol, o torcedor fica logo desconfiado". Com essa frase o goleiro Felipe explica o quanto ficou feliz com sua estreia oficial pelo Flamengo, na última quarta-feira, na vitória por 2 a 0 diante do Volta Redonda. O arqueiro rubro-negro já havia atuado em dois amistosos, pego um pênalti no primeiro deles, mas sabia que a torcida no Rio cobra mais. Por isso, espera sempre cumprir com seu objetivo: impedir a entrada da bola.

"Fiquei feliz com o resultado, ainda mais sabendo que teria o peso das estreia. Em Londrina foi uma coisa e com a torcida aqui é outra. O pessoal aqui realmente cobra. Para um estreia, tinha na cabeça que teria de fazer uma boa partida. Se tomasse um gol, o torcedor já ficaria desconfiado. Quanto menos gol tomar, a confiança vai ficar maior", explicou Felipe.

Já no ritmo de competição, o camisa 1 espera ver o time melhorando ainda mais já na partida diante do América, no próximo sábado. Para isso, ele dá uma receita bem conhecida: pés no chão e muito trabalho.

"Foi importante estrear com vitória, mas sabemos que no próximo jogo temos de jogar bem novamente. Para goleiro é ainda mais complicado. Pode defender 10, mas se tomar um gol... Não pode se empolgar demais quando vai bem e nem se abater quando vai mal. Temos muito a mostrar para conseguir a confiança da comissão técnica, da diretoria e da torcida", finalizou.

Site do Flamengo