Flu: Diguinho quer a galera de mãos dadas com o time na Libertadores

RIO - Um dos símbolos deste time do Fluminense e jogador de extrema confiança do técnico Muricy Ramalho, o volante Diguinho sabe o que a torcida deve fazer durante o ano: lotar o Engenhão. Após o treino desta terça-feira o jogador lembrou como é fundamental, principalmente na Libertadores, que a sincronia entre time e galera seja afinadíssima.

Diguinho garantiu que a competição tem um ar diferente e que só este fato já seria muito bom para atrair os torcedores, mas o volante lembrou ainda que a Libertadores vale vaga no Mundial de clubes e isso será um incentivo a mais para que a galera acompanhe o Flu de pertinho.

- Chamamos o torcedor para comparecer e lotar o estádio. É sempre importante pressionar o adversário. Trata-se de uma disputa diferente, que não é todo ano que o clube tem o privilégio de estar disputando - disse.

O volante afirmou que por ser a competição mais importante do continente, a Libertadores deve ser comparada com a Champions League da Europa, que para Diguinho são exatamente iguais, pois a qualidade dos jogadores sul-americanos não deixa nada a desejar. - Dá para igualar com a Champions com a Libertadores. Se há grandes jogadores atuando lá fora, também temos aqui dentro. As duas competições valem vaga no Mundial - ressaltou.

Diguinho apontou ainda a Libertadores como uma competição com a sua cara, pois segundo o volante o torneio tem um estilo de jogo mais aguerrido e de jogadas de mais contato, o que motiva os jogadores. - É do meu perfil. Sou um jogador aguerrido, de pegada, marcação. A competição é assim e motiva muito o jogador – concluiu Diguinho.

Site do Flu