Em carta, Tevez reforça pedido para deixar o City

LONDRES - O atacante argentino Carlos Tevez, do Manchester City, reforçou neste domingo o desejo de abandonar o clube inglês devido à má relação com alguns dirigentes da equipe, atual vice-líder do Campeonato Inglês com 32 pontos, empatado com o líder Arsenal, que entra em campo nesta segunda-feira contra o Manchester United.

Entre os desafetos de Tevez estaria o diretor-executivo do clube, Garry Cook. O Manchester City informou neste domingo que não pretende liberar o atacante argentino, que já marcou 33 gols em 50 partidas da Liga Inglesa pelo City.

Tevez chegou ao clube procedente do Manchester United, e tem contrato até 2014. O jogador, no entanto, insiste em deixar a equipe.

"Já fiz o pedido de transferência ao presidente do Manchester City. Quero ter tranquilidade e pensar direito, porque este é um período muito importante da minha carreira", disse o jogador de 26 anos.  "Meu sentimento sobre isto (a saída) não mudou. Lamento insistir, mas é algo que sinto há algum tempo e já pensei muitas horas sobre esta decisão", escreveu o argentino.