Fã de Washington antes mesmo de ser jogador, Fred não poupa elogios ao companheiro

RIO - Quando o vice-presidente de futebol Alcides Antunes anunciou o retorno de Washington ao Fluminense, no dia 28 de julho, muita gente imediatamente pensou que ele seria reserva imediato de Fred, que se lesionou um pouco antes, e depois acabaria sendo uma dor de cabeça para Muricy barrar um dos dois renomados atacantes. Mas o tempo passou, mais uma vez o Coração Valente conquistou o carinho da torcida, se tornando ainda mais querido no clube, e o comandante tricolor provou que sim, foi possível a dupla jogar junta.

Depois da conquista do título Brasileiro, Fred revelou que já admirava o talento de Washington, antes mesmo de ser jogador, principalmente por sua história de vida. - Sempre admirei o Washington como atleta desde o início da carreira dele. Nem era profissional ainda e ele já fazia gol de tudo que era jeito, foi artilheiro pelo Atlético-PR, chegou a Seleção, sempre fui muito seu fã - afirmou.

A admiração só aumentou quando passou a conviver com o Coração Valente. Fred  elogia o jeito pacato do companheiro e o seu caráter. - Como pessoa então não dá nem para falar. Já conhecia a história dele, o problema de saúde, a superação, o caráter. Agora tive a oportunidade de conhecer, conversar e vi que estava certo. É um cara do bem, que só quer ajudar, não faz tumulto em momento algum - explicou.

Além das qualidades fora de campo, Fred fez questão de exaltar a importância do companheiro para a conquista do título e acredita que tem muita coisa boa reservada para ele. - O Washington fez muitos gols importantes para o Fluminense nesse ano e por tudo que aconteceu nessa reta final tenho certeza que Deus está reservando uma coisa muito boa para ele. Realmente é uma pessoa muito valente, o apelido é mais do que justo. Por todas as dificuldades enfrentrou e ter continuado é sinal que é guerreiro demais – concluiu.

 
Site do Flu