Ministério Público analisará possíveis irregularidades em comitê da Copa

O jornal O Estado de S. Paulo divulga nesta sexta-feira que o Ministério Público Federal (MPF) irá analisar e decidir na próxima semana se fará investigação detalhada sobre o Comitê Organizador Local (COL) da Copa do MUndo de 2014. A suspeita é que a sociedade teria ao menos uma irregularidade: a distribuição de lucros a critérios dos sócios da entidade, que é presidida por Ricardo Teixeira, que ocupa o mesmo cargo na CBF, e que poderia receber uma transferência indireta.

Segundo a publicação, o procurador do MPF no Rio de Janeiro, Vinícius Panetto, irá se reunir no final de novembro com outros 11 procuradores federais (que representam as cidades-sede da Copa) para discutir a atuação do COL. Entre os assuntos abordados estará a questão da isenção fiscal ao COL e à Fifa para realização do Mundial. "Quem consegue a isenção deixa de pagar impostos. Logo, está configurada a relação do benefício com recursos públicos", diz Panetto.