"Pecamos em uma bola boba e controlada", lamenta Mano

O técnico da Seleção brasileira, Mano Menezes se mostrou bastante frustrado após a derrota do Brasil para a Argentina nesta quarta-feira, em Doha, por 1 a 0, com um gol de Messi nos acréscimos. Apesar de destacar que o saldo do trabalho até aqui é positivo, o treinador lamentou muito, sem citar nomes, o erro individual de Douglas, que foi desarmado na intermediária e possibilitou o contra-ataque que definiu a partida.

"O time voltou para o segundo tempo melhor, tendo mais volume, controle, criando boas possibilidades e oportunidades, embora elas não tenham sido tão evidentes. O que faltou mesmo foi o último detalhe, quando a equipe estava bem, com o jogo controlado. Pecamos em uma última bola, uma bola boba e controlada, e ela caiu no pé de quem não pode cair: um jogador agudo, que carregou a bola e definiu o jogo", afirmou.

Na transmissão da partida, no momento em que Douglas perde a bola, vazam no áudio as palavras de alguém, supostamente Mano Menezes, xingando o meio-campista: "Douglas, vai tomar no c..., Douglas!". O treinador, porém, não falou individualmente sobre o atleta nas entrevistas após o jogo.

O técnico admitiu que a cobrança em um clássico como Brasil x Argentina é maior do que em outras partidas, mas aprovou o desempenho da Seleção. Antes da derrota desta quarta, o treinador havia comandado a equipe em vitórias sobre Estados Unidos, Irã e Ucrânia.

"Podemos ver, apesar do resultado de derrota, um avanço nos quatro jogos. Hoje a exigência era maior e a equipe teve postura e personalidade para encontrar os caminhos, como se deve ter em um jogo grande. Penso que o mais importante é que a gente termina essa série de quatro jogos com uma ideia clara do potencial que esse time pode ter, da evolução que pode ter. Sabemos que você não monta uma Seleção em quatro jogos"