Corinthians pode processar o meia Roger

SÃO PAULO - As fortes reclamações do meia Roger após a derrota por 1 a 0 do Cruzeiro para o Corinthians, no último sábado, no Pacaembu, irritaram dirigentes do clube paulista, que tentam convencer o presidente Andrés Sanchez a processar o jogador. As informações são da edição desta terça-feira do jornal O Estado de S. Paulo.

Depois de Ronaldo balançar as redes em pênalti polêmico e deixar o time mineiro longe do título brasileiro, Roger lembrou que jogou no Corinthians em 2005 e que já conhecia bem como funciona "o esquema" no clube.

De acordo com o diário, Andrés se reúne nesta terça com o departamento jurídico alvinegro para decidir se aciona o atleta na Justiça.