Williams renova com Rubinho e descarta Hulkenberg para 2011

LONDRES - A Williams anunciou nesta segunda-feira, através de sua assessoria de imprensa, a permanência de Rubens Barrichello na equipe em 2011. O brasileiro foi confirmado entre os titulares, mas a própria escuderia de Frank Williams admite que ainda não tem oficialmente um segundo piloto - que deve ser anunciado "antes do final do ano".

Em seu comunicado, a escuderia também confirmou que o alemão Nico Hulkenberg não irá permanecer na próxima temporada. Apesar da surpreendente pole position conquistada no Grande Prêmio do Brasil, Hulkenberg irá ceder o posto para outro piloto - possivelmente para o venezuelano Pastor Maldonado, atual campeão da GP2, que chegaria com forte patrocínio ao time.

"Recrutamos Rubens para a Williams sabendo que ele traria experiência, técnica e paixão. Ele nos deu tudo que poderíamos esperar nesta temporada, e estamos felizes por confirmarmos que ele pilotará conosco novamente em 2011", anunciou Frank Williams no comunicado, anunciando também a saída de Nico Hulkenberg.

"Gostaria de agradecer a Nico por seu trabalho neste ano, e por se preparar para a Fórmula 1 antes disso. Estamos muito orgulhosos por termos apoiado sua trajetória nos títulos da Fórmula 3 e da GP2 antes de sua estreia na F1. Na Williams, tentamos por muitos anos trazer um talento para o esporte, e estamos convencidos de que Nico seguirá em frente e fará grandes coisas. Desejamos a ele o melhor e esperamos que nossos caminhos se cruzem novamente no futuro", completou o dirigente.

Rubens Barrichello terminou a temporada de 2010 da Fórmula 1 com o décimo lugar, somando 47 pontos e tendo o quarto lugar no GP da Europa como seu melhor desempenho. Hulkenberg, por sua vez, foi o 14º com 22 pontos, tendo alcançado o sexto lugar no GP da Hungria.