Falta de vento cancela regata e Robert Scheidt segue na ponta do brasileiro de Star

Competidores ficaram na água até as 16 horas deste domingo, esperando pelo vento, que não entrou; para esta segunda, estão programadas até 3 provas

São Paulo - A falta de vento impediu a realização das regatas programadas para este domingo no Campeonato Brasileiro da Classe Star, no Rio de Janeiro. Os velejadores permaneceram na água até as 16 horas, esperando pela entrada do vento, que não veio.

Com o cancelamento das provas, as posições na classificação geral não se alteraram. Robert Scheidt e Bruno Prada estão na liderança, com 5 pontos perdidos, seguidos por Torben Grael e Marcelo Ferreira, com 14. O evento, organizado pelo Iate Clube do Rio de Janeiro, é a primeira seletiva para a formação da equipe brasileira de vela olímpica para 2011.

"Vamos torcer para ter ao menos uma regata amanhã, para o campeonato poder ser validado", diz Scheidt. "A previsão para hoje era boa, mas a chuva não deixou o vento firmar. Ficamos um bom tempo na água, esperando, mas o vento não entrou." Para o Brasileiro ser considerado válido, ao menos cinco provas devem ser completadas.

Para esta segunda-feira, último dia de disputa, estão programadas até três regatas. O horário-limite para a largada é 16h30. 

Classificação geral após quatro regatas:

1º Robert Scheidt e Bruno Prada, 5 pontos perdidos (1+2+1+1)

2º Torben Grael e Marcelo Ferreira, 14 pontos perdidos (3+3+2+6)

3º Lars Grael e Ronald Seifert, 19 pontos perdidos (7+1+8+3)

4º John King e Guilherme Almeida, 19 pontos perdidos (8+5+4+2) 

5º André Mirsky e Maurício Bueno, 24 pontos perdidos (2+9+3+10)