Após pênalti polêmico, Fabrício se recusa a seguir no jogo

Após o árbitro Sandro Meira Ricci marcar um pênalti duvidoso sobre o atacante Ronaldo. O volante do Cruzeiro, Fabrício, ficou indigando com a atuação da arbitragem e pediu para deixa o jogo.

O atacante Wallyson iria entrar no lugar de Thiago Ribeiro, mas desolado com a atuação da arbitragem, o camisa cinco cruzeirense pediu para deixar o gramado e foi direto para os vestiários sem falar com a imprensa.

Outro que deixou o campo antes dos 90 minutos foi o técnico Cuca, que foi expulso após reclamar muito da marcação da penalidade máxima cometida por Gil em cima de Ronaldo.