Zé Roberto vê levantadoras da Seleção em "processo de aprendizagem"

O técnico José Roberto Guimarães destacou em entrevista ao Terra nesta sexta-feira o desempenho de Fabíola e Dani Lins no Mundial feminino de vôlei no Japão, mas disse que as duas levantadoras da Seleção Brasileira ainda estão em um processo de aprendizagem.

"Digo aprendizado porque quando se participa de um Mundial as pessoas acham que as jogadoras já estão preparadas. Com levantadora não é assim. Tem que dar tempo ao tempo. As duas jogaram poucos campeonatos internacionais. Têm muitos anos pela frente e muito o que aprender", disse o treinador.

Após começar a competição na reserva de Dani Lins, Fabíola se tornou a titular na terceira partida do Brasil no Mundial, contra a Holanda, e não deixou mais a equipe, dando mostras de que pode conquistar seu espaço em uma posição na qual Zé Roberto buscava alternativas desde a aposentadoria de Fofão, após os Jogos Olímpicos de 2008. Para o treinador, porém, ambas podem render ainda mais no futuro.

"Elas trabalharam intensamente desde o ano passado, treinaram muito. Priorizamos os treinos para melhorar a precisão e a distribuição delas. Mas ainda estão no meio do caminho, estamos nos preparando para o futuro. Pensamos na Olimpíada de Londres (2012) e principalmente na Olimpíada do Rio de Janeiro (2106). Com certeza teremos levantadoras importantes no voleibol brasileiro", concluiu Zé Roberto.