Trulli nega saída da Lotus e complica futuro de Bruno Senna

ROMA - O piloto italiano Jarno Trulli negou os rumores de que esteja de saída da Lotus e que seu lugar seria ocupado pelo brasileiro Bruno Senna, atualmente na Hispania, já na temporada 2011 da Fórmula 1.

Uma visita recente aos Estados Unidos aumentou a especulação de que Trulli poderia se transferir para a Nascar, hipótese refutada pelo próprio piloto, 36 anos, em entrevista à revista italiana Autosprint.

De acordo com Trulli, a viagem para Miami foi exclusivamente para um encontro com o colombiano Juan Pablo Montoya, ex-Fórmula 1 e atualmente na Nascar. No entanto, segundo ele, ambos apenas "trocaram relógios que levam os nossos nomes".

Com futuro incerto na Hispania, equipe que teve péssimo desempenho nesta temporada de estreia, Bruno Senna desconversou sobre a ida para a Lotus antes do GP do Brasil, apesar de rumores apontarem que o brasileiro já abriu negociação com a escuderia.