Corinthians confirma arena para 65 mil e faz mistério sobre custos

Horas após a cidade de São Paulo confirmar o estádio que o Corinthians pretende construir em Itaquera como sede para a abertura da Copa do Mundo de 2014, o clube informou que há um projeto para que a arena tenha capacidade para a partida inicial do Mundial.

O primeiro plano da casa corintiana em Itaquera previa espaço para 48 mil pessoas, mas a agremiação já considera um estádio maior. Em nota oficial emitida em seu site oficial, o Corinthians explicou que há um pré-projeto para 65 mil espectadores, indicando em seguida que os custos serão considerados após sua aprovação.

"Só após a revisão e aprovação pela própria Fifa ele poderá ser definitivamente detalhado; e seus custos, e necessidades de financiamento, equacionado", informou o clube, que agradeceu a indicação feita pelo Comitê Organizador Local (COL).

"O foco das atenções concentra-se na adequação do projeto às exigências da abertura e aprovação nos órgãos locais para posterior concentração nos detalhes financeiros", explicou o Corinthians.

De acordo com o clube, o estádio estará pronto somente no último trimestre de 2013, o que impossibilita a presença da arena na Copa das Confederações. A competição ocorre no meio do ano e serve como "teste" pré-Copa do Mundo para o Brasil.

Confira a nota na íntegra a seguir:

A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista agradece ao Comitê Organizador Local pela indicação do seu futuro estádio de Itaquera como a sede da abertura da Copa do Mundo de 2014.

Já há um pré-projeto para 65 mil expectadores em analise pelos órgãos competentes locais e nacionais. Só após a revisão e aprovação pela própria Fifa ele poderá ser definitivamente detalhado; e seus custos, e necessidades de financiamento, equacionados. Na sequência lógica, o foco das atenções concentra-se na adequação do projeto às exigências da abertura e aprovação nos órgãos locais para posterior concentração nos detalhes financeiros.

A previsão do inicio da obras é para março do próximo ano e sua conclusão deverá ocorrer no último trimestre de 2013, sempre sujeito à velocidade de aprovação do projeto.(sic)