Fifa investiga troca de votos de candidatura ibérica

     MADRI - De acordo com o jornal espanhol Marca desta quinta-feira, a candidatura de Espanha e Portugal para sede da Copa do Mundo de 2018 está ameaçada. A publicação afirma que a Fifa abriu um processo interno de investigação a respeito da proposta conjunta, o que pode dar fim ao sonho dos ibéricos.

Segundo o periódico, espanhóis e portugueses teriam um possível acordo de troca de votos com o Qatar, candidato a sede da Copa do Mundo de 2022. O processo de investigação estaria resolvido antes de 2 de dezembro, data original para a definição dos países dos dois Mundiais.

A Real Federação Espanhola de Futebol já teria, inclusive, sido comunicada pela Fifa a respeito da investigação. No entando, ainda de acordo com o Marca, a candidatura ibérica está "disposta a colaborar" em tudo que for requerido, e se encontra "muito tranquila".

Paralelamente a isso, a Fifa estuda uma queixa formal por parte da Rússia contra a Inglaterra, sua rival na tentativa de hospedar o Mundial de 2018. Os russos reclamam de práticas ilegais por parte dos ingleses.