Corinthians analisa três ofertas para "batizar" estádio em Itaquera

     SÃO PAULO - O Corinthians já possui ofertas de três empresas interessadas nos "naming rights" (direito de explorar o nome) do estádio que será erguido em Itaquera, de acordo com informaçóes do jornal Folha de S. Paulo, divulgadas nesta terça-feira. A publicação afirma que o presidente Andrés Sanchez analisa as propostas para "batizar" a arena que é apontada como favorita da CBF para receber a abertura da Copa do Mundo de 2014, mas indica que dará preferência ao acerto com empresas privadas, tudo para evitar o "potencial negativo de mídia" que uma parceria com uma estatal possa causar ao empreendimento.

De acordo com o jornal, rumores de que o presidente Luís Inácio Lula da Silva teria "incentivado" a Odebrecht a tocar o projeto não caíram bem e podem ficar ainda piores caso o estádio corintiano leve o nome de uma estatal pelos próximos anos. A Folha de S. Paulo ainda afirma que nenhuma das três propostas foi apresentada pelo vice Raul Corrêa, presidente da consultoria Crowe Horwath, que acaba de divulgar um estudo analisando o assunto "naming rights".