Sem tempo para descansar, Seleção encara mudança brusca de temperatura

Lucas disse que jogadores estão acostumados ao clima europeu

       ABU DHABI - A Seleção Brasileira deixou o Zayed Sports City Stadium às 23h50 (16h50 de Brasília) da quinta-feira, pouco depois de vencer o Irã por 3 a 0. Oito horas depois, às 7h50 da manhã de sexta, os jogadores embarcaram em um voo com destino à Inglaterra.

Sem tempo para descansar (o ônibus deixou o hotel em Abu Dhabi com destino ao aeroporto de Dubai às 4h da madrugada), os jogadores devem chegar exaustos a Derby, cidade que receberá o amistoso diante da Ucrânia na segunda-feira.

Por isso, apenas um treino está agendado para a tarde de sexta no próprio hotel onde os jogadores vão se concentrar. No sábado e no domingo, a equipe de Mano Menezes trabalha no Pride Park, campo do Derby County e palco do amistoso.

Os jogadores terão que enfrentar ainda uma mudança brusca de temperatura. Depois de encarar um calor que chegou aos 40°C no Oriente Médio, os brasileiros terão frio pela frente na estadia no Reino Unido. Para fazer uma comparação, na noite de quinta os termômetros de Abu Dhabi marcavam 34° C, contra 13° de Derby.

Apesar da alteração, os jogadores comemoram o clima mais ameno. "Não corria um vento (em Abu Dhabi). Estava muito quente, pra gente no jogo é complicado. Como a maioria joga na Europa, a adaptação não vai ser um problema", afirmou o zagueiro Thiago Silva, titular da zaga brasileira ao lado de David Luiz.

"É completamente diferente. Estou adaptado ao clima da Inglaterra. Estão todos acostumados", completou o volante Lucas, que defende o Liverpool. Dos 22 convocados por Mano Menezes, 15 atuam no continente europeu e não terão problemas com o clima. A previsão do tempo indica que a cidade de Derby estará ainda mais fria no dia da partida. A mínima é de 8°C, e a máxima de 14°C.