Hamilton minimiza batida e se diz otimista para final de semana

Hamilton bateu logo no primeiro treino livre em Suzuka

     TÓQUIO - O piloto inglês Lewis Hamilton manteve o otimismo após bater a sua McLaren logo no primeiro treino livre para o GP do Japão de Fórmula 1 e disse acreditar que terá condições de fazer um bom papel na corrida da madrugada do próximo domingo.

Hamilton brigava pelas primeiras posições até perder o controle de seu carro em uma curva e colidir contra o muro. Resultado: além de ficar fora de quase metade da primeira sessão, só teve tempo para dar quatro voltas no segundo treino.

"A equipe fez um trabalho incrível. Na verdade eles tinham que fazer um trabalho incrível (após os estragos da batida), mas conseguiram. Perdemos bastante tempo, é verdade, mas corri os últimos dez minutos da última sessão", afirmou, segundo o site da revista Autosport.

Hamilton ainda usou a previsão do tempo para se manter confiante. "Amanhã (sábado, pelo horário japonês) é um novo dia e irá chover. Por isso, acredito que será um dia de recomeço para todos os pilotos", disse.

Um dos cinco concorrentes ao título da temporada, Hamilton terminou o primeiro dia de treinos livres para o GP do Japão na 13ª colocação. As atividades foram dominadas pela Red Bull, com o alemão Sebastian Vettel em primeiro e o australiano Mark Webber em segundo.