Na Seleção de vôlei, corintianos sofrem com gozações por tropeços

A equipe é de vôlei, mas possui vários amantes do futebol. Com torcedores de diversos clubes do País, como Corinthians, São Paulo, Flamengo, Botafogo, Inter, Grêmio, entre outros, os jogadores da Seleção Brasileira mesmo estando na Itália para a disputa do Mundial de Vôlei acompanham de perto tudo que acontece na Série A do Campeonato Brasileiro.

Por conta disso as gozações dentro do grupo rolam soltas e quem está mais sofrendo com isso na atual fase são os corintianos. A quatro jogos sem saber o que é vitória no torneio e após tropeçar diante do Atlético-MG, ontem, os torcedores do clube paulista estão tendo de aguentar as provocações.

"Quem sacaneia muito é o Chico (Chico dos Santos, assessor técnico), pego muito no pé dele por causa do Santos. Mas fazer o quê? Parece que o 'Coringão' não quer ganhar, cara? Não sei não, não sei o que vai acontecer. 'Coringão' não quer ganhar, não tem o que fazer. É aguentar a zoação da galera, principalmente do santista que não para de me zoar um minuto", disse o meio de rede Sidão, que está sofrendo do próprio veneno, já que quando o Santos perdeu do Corinthians, há cinco rodadas, não parou de tirar sarro de Chico um minuto sequer.

Além de Sidão, a Seleção conta com outros três torcedores do clube do Parque São Jorge: o ponteiro João Paulo Bravo, o líbero Alan e o oposto Theo. O último, por sinal, é o que menos se mostra preocupado sobre a situação da sua equipe no Brasileiro. "Não sabia nem que tinha perdido. Os caras são roxo né, o time perde e eles ficam chateados. Eu não me importo".

Com o São Paulo na metade da tabela, o meio de rede Rodrigão, conhecido por cutucar o Corinthians no Twitter, preferiu ficar mais cauteloso sobre as brincadeiras com o arquirrival e até disse esperar que os alvinegros ganhem o título brasileiro para terem o que comemorar de verdade no seu centenário.

"Não está dando para zoar muito não, porque meu time não está muito bem. Ganhou de 2 a 0 (do Vitória). Agora voltou a ter técnico, a gente estava sem praticamente. Mas não dá para zuar muito, este ano está complicado...Acho que o Corinthians tinha que ganhar pelo menos um título, no ano do centenário do clube. Eu estou torcendo para o Corinthians ganhar alguma coisa, sério mesmo. Não é sacanagem. Os caras comemoraram, fizeram um monte de coisas e não vão ganhar nada, seria sacanagem com eles".