Jonas dá show, Grêmio goleia Prudente e confirma ascensão

Com uma tranquila vitória de 4 a 0 contra o lanterna Grêmio Prudente, nesta quarta-feira, no Olímpico, o Grêmio conquistou a sua quarta vitória consecutiva e chegou ao sexto jogo de invencibilidade no Campeonato Brasileiro. A partida foi especial para o atacante Jonas, que marcou três vezes e deu assistência para o outro gol, de André Lima. Com o desempenho, o atacante se isola na artilharia da Série A, com 17 gols, e se torna o oitavo maior goleador da história da equipe gaúcha, com 69 gols, ultrapassando Ronaldinho.

A boa fase firma cada vez mais o time do treinador Renato Gaúcho na metade de cima da tabela. Agora com 42 pontos, os gremistas, que chegaram a brigar contra o rebaixamento, são provisoriamente os oitavos colocados e se aproximam da pontuação de equipes da ponta do torneio, como Atlético-PR, Botafogo e Santos.

O Prudente, por sua vez, tem apenas 21 pontos e está cada vez mais virtualmente rebaixado, na lanterna do campeonato. O primeiro time que não cairia no momento é o Avaí, que tem 29 pontos.

Na próxima rodada, os dois times jogam no sábado, às 18h30 (horário de Brasília). A equipe de Presidente Prudente joga em casa contra o São Paulo, no sábado, às 18h30 (horário de Brasília). No Rio de Janeiro, o Grêmio enfrenta o Vasco.

O jogo

Aos 45s de jogo, o Grêmio já vencia por 1 a 0. Jonas aproveitou erro na saída da bola rival, dominou pelo lado esquerdo da área e rolou para André Lima marcar. Era o prenúncio de uma noite inspirada do ataque da equipe tricolor.

Vindo nas últimas rodadas de uma vitória contra o Guarani e um empate contra o Fluminense, líder do campeonato, o Prudente teve confiança para não se abater no Olímpico. Com o personalidade, a equipe do interior paulista criou pelo menos duas boas oportunidades para empatar, com Willian, que duas vezes assustou Marcelo Grohe.

A determininação, no entanto, freou na inferioridade técnica do time do treinador Fábio Giuntini. Quando voltou a atacar, o Grêmio ampliou a vantagem com facilidade. Aos 24min, Douglas acertou ótimo passe para Fábio Santos, que cruzou para a área. André Lima deu um corta-luz e a bola sobrou para Jonas finalizar com categoria e fazer o segundo gol gremista.

Tão ou mais bonito quanto o primeiro gol de Jonas foi a segunda vez que o atacante, artilheiro do Brasileiro, balançou a rede prudentina. Aos 32min, ele dominou no peito, após lançamento de Lúcio, viou o goleiro adiantado e marcou de cobertura.

O terceiro do camisa 7 no primeiro tempo quase saiu aos 43min, quando Willian Magrão recebeu pela ponta direita e cruzou para o atacante cabecear na trave.

Na volta do intervalo, com o jogo já praticamente decidido, o Grêmio diminuiu o ritmo e o Prudente mostrou, ao menos, vontade. Marcelo Grohe foi forçado a fazer duas grandes defesas em chutes de Willian, aos 2min, e Wesley, aos 20min.

A equipe da casa ficava recuada esperando pela oportunidade de contra-atacar. Quem demonstrava mais empenho era justamente Jonas, querendo conquistar novas marcas no clube. Aos 24min, o artilheiro acertou um forte chute de longe, que Giovanni espalmou.

Mas ainda deu tempo para o atacante brilhar mais. Aos 38min, após sofrer pênalti, o próprio camisa 7 cobrou no canto direito e entrou pra história gremista.

Foi o 17º gol de Jonas no Brasileiro e o 69º do atacante com a camisa do Grêmio, passando Ronaldinho como oitavo maior artilheiro da história da equipe e ficando a quatro de igualar Paulo Nunes, o sétimo, e a cinco de Renato Gaúcho, atual treinador da equipe, que, empatado com Lóvio, marcou 74 gols com a camisa tricolor.

Ironicamente, no último lance do jogo, coube a Jonas perder um gol incrivelmente feito, a exemplo do que ele perdeu contra o Boyacá Chicó, também com a camisa gremista, na Libertadores de 2009 e ficou conhecido como "o gol mais perdido da história". Após driblar o goleiro Giovanni, com o gol vazio a sua frente, o jogador, displicentemente, chutou para fora e perdeu a chance de se consagrar ainda mais.