Volante Rômulo, ex-Flamengo, diz não entender sua ida para o Atlético-GO

Entre os três reforços apresentados pelo Atlético-GO na última quinta-feira para o restante do Campeonato Brasileiro da Série A, o mais experiente é o volante Rômulo, que não estava tendo oportunidades no Flamengo. Após conquistar uma vaga de titular com o ex-treinador da equipe carioca, Rogério Lourenço, jogador, 23 anos, perdeu espaço com Silas e não entendeu a razão por deixar de ser útil ao clube da Gávea.

"Jogar em um clube como o Flamengo não é fácil. A pressão é muito grande e quase sempre os mais jovens são sacrificados. Eu estava bem lá, não sei exatamente porque me emprestaram", contestou o ex-camisa 37 do clube carioca, em entrevista ao jornal Diário da Manhã.

Rômulo Noronha já havia sido emprestado anteriormente pelo Flamengo: em 2008 ficou alguns meses no Paraná Clube e em 2009 defendeu a equipe do Figueirense. Agora, ele terá que superar a concorrência de Agenor, Ramalho, Robston, Pituca e Erandir para ser titular do clube goiano.

Outro reforço do Atlético-GO, o polivalente meia Renatinho, que veio do Coritiba, irá trabalhar novamente com o técnico René Simões, que projetou o jogador na equipe paranaense. Para o jogador, 21 anos, será um prazer conviver com o ex-comandante. "No ano passado, fui jogador do René no Coxa, é um grande treinador", elogiou o canhoto, que pode atuar como ala, segundo volante, meia e ponta esquerda.

Além de Rômulo e Renatinho, a equipe apresentou na última quinta-feira o zagueiro Wellington, cujos direitos federativos pertencem ao Cruzeiro e que teve uma passagem por empréstimo pelo Botafogo.