Renan segue titular e camisa 9 do Inter volta ao antigo dono

Leandro Damião substituiu por quase dois meses Alecsandro no comando do ataque do Inter. E com relativo sucesso, afinal de contas marcou alguns gols importantes, ganhou confiança da torcida e, principalmente, arrancou elogios do técnico Celso Roth. Futebol entretanto, em certos momentos, segue uma hierarquia. E neste aspecto, a camisa 9 do Inter tem dono desde a saída de Nilmar. Ela pertecence a Alecsandro, que não iniciava uma partida como titular desde o dia 11 de agosto, data do primeiro jogo da final da Libertadores contra o Chivas, no México.

Ele não participou todo o tempo hoje pela manhã no treinamento tático orientado por Roth e será titular amanhã, às 18h30 (horário de Brasília), contra o Guarani, no Beira-Rio. O mesmo valendo para Renan, criticado durante a semana após as falhas diante do Palmeiras.

"A cobrança existe em um time do cenário mundial como é o Inter. Quando vou bem, vejo o reconhecimento como foi no Gre-Nal. Foram bolas (faltas cobradas por Marcos Assunção) defensáveis. Já fiz defesas mais difíceis, mas infelizmente o que trabalhamos para este jogo não deu certo", afirma o goleiro, que hoje pela manhã falou em entrevista coletiva depois da orientação do clube de preservá-lo das manifestações na quinta-feira.

Para a partida contra o Guarani, Celso terá alguns reforços importantes. Índio, Nei e D´alessandro retornam de suspensão. O zagueiro, porém, sentiu dores na coxa e será reavaliado. A baixa é Kléber, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Leonardo, lateral substituto sofre com uma tendinite, e assim perde espaço para Juan, que já atuou na lateral esquerda. O time precisa vencer o Bugre para tentar dimunir a diferença de dez pontos que hoje separa o líder Fluminense.

"Na minha avaliação não estamos oscilando. O que acontece é que perdemos dois jogos seguidos fora de casa através de bola parada. O campeonato continua em aberto", afirma Celso Roth, que não vê a hora da competição ter partiads disputadas apenas nos finais de semana. "Em toda rodada alguma equipe perde um jogador com problema muscular", desabafa o comandante colorado.

O provável time do Inter para amanhã tem: Renan; Nei, Bolívar, Índio (Sorondo)e Juan; Guiñazu, Wilson Matias, Edu, Giuliano e D'Alessandro; Alecsandro.