Silas diz que "todo trabalho precisa de tempo"

Paulo Silas do Prado Pereira chegou ao Flamengo no início do mês, com uma equipe sendo reformulada e com a missão de levar o time rubro-negro à parte de cima da tabela. No entanto, Silas assumiu o comando do time da Gávea em um momento de muitos jogos seguidos, sem tempo para trabalhar, e até agora conseguiu uma vitória, cinco empates e três derrotas em nove partidas disputadas. Os resultados não são tão positivos, mas Silas acredita que isso é normal e confia em uma evolução.

"Todo trabalho precisa de tempo. Estamos em uma fase de reformulação e isso custa muito", disse.

O treinador chegou a ouvir algumas críticas do torcedor que compareceu ao Serra Dourada, mas não se abalou com as vaias. Segundo ele, este tipo de comportamento é comum no futebol brasileiro.

"A crítica faz parte da cultura brasileira. Depois que fizemos o gol, ninguém gritou mais nada. Sou pago para montar o melhor time e fazer o planejamento. Sobre as críticas, não acho que sejam justas neste momento", observou o técnico, que acredita que, com duas vitórias, o Flamengo pode se afastar da zona de rebaixamento em breve.

"O risco continua. Não estamos folgados, mas temos dois jogos no Rio e precisamos de uma sequência de vitórias para sair dessa zona incômoda. O Atlético é um time forte, com ótimo trabalho de Renê, já surpreendeu o Palmeiras e não é difícil surpreender o Cruzeiro lá", concluiu.