Mãe de Adriano revela que o jogador pensou em se matar

Adriano tenta renascer no futebol italiano com a camisa da Roma

       ROMA - A mãe do atacante Adriano, Dona Rosilda, afirmou em entrevista ao Gazzetta dello Sport TV que o jogador pensou em se matar na época em que resolveu abandonar o futebol, quando ainda defendia a Inter de Milão.  "Falavam muita coisa dele mas não sabiam o que estava acontecendo com ele, e isso deixava ele mais para baixo só. Teve um momento em que o Adriano falou em se matar lá na Itália", disse a mãe do atleta.

Na ocasião, Adriano anunciou sua retirada do futebol profissional e deixou o time italiano. No entanto, meses depois resolveu retornar e renasceu com a camisa do Flamengo, ganhando o Campeonato Brasileiro da Série A, em 2009.

"Só quem está vivendo é que sabe o que a pessoa estava passando. Talvez nem eu sabia, só ele sabia mesmo. Ele chegou para mim, falou que não estava aguentando mais e que não ia mais jogar futebol", destacou Dona Rosilda.

Sobre as polêmicas em que o atacante se envolveu ao longo da carreira, a mãe do jogador foi enfática. "Espero que ele tenha entendido. Ele foi nascido e criado na favela, mas a vida dele mudou e tem muitas coisas que ele podia fazer e agora não pode mais", completou.

Atualmente, Adriano defende a Roma, clube que ocupa a zona do rebaixamento do Campeonato Italiano com 5 pontos ganhos, na 18ª colocação do certame. O próximo compromisso da equipe é no domingo, às 10h (de Brasília), contra o Napoli, em Nápoles.