Em momento delicado, Corinthians perde destaque por três jogos

 

       SÃO PAULO - Principal jogador do Corinthians nas últimas rodadas, o agora meia Elias será ausência para o treinador Adílson Batista pelos próximos três jogos após perder a liderança do Brasileiro por aproveitamento de pontos. Além da suspensão por terceiro cartão amarelo diante do Botafogo, ele se apresenta para o treinador Mano Menezes no fim de semana e fica fora por cerca de mais 10 dias.

Convocado para a Seleção, Elias viaja para os Emirados Árabes, onde enfrenta o Irã, e em seguida, no dia 11 de outubro, pega a Ucrânia em território inglês. O jogador, assim, não enfrenta Ceará (casa), Atlético-MG (fora) e Atlético-GO (casa), retornando possivelmente no dia 17 contra o Guarani (fora). Outros seis clubes da Série A perderão atletas para o time de Mano.

O cartão amarelo de Elias saiu aos 18min do segundo tempo, quando invadiu a área do Botafogo e caiu. Leandro Vuaden mandou seguir e advertiu o corintiano, que assim antecipou sua ausência da equipe.

Adílson Batista lamentou a perda do jogador, mas negou que isso possa antecipar os retornos de Ronaldo e Dentinho à equipe. "Todos os times têm essas dificuldades e às vezes você tem que adaptar em determinadas situações", afirmou. "Só saberemos sobre os retornos no treinamento de quinta", disse o treinador. O mais provável, segundo ele, é que apenas Chicão retorne.

Ralf também pode ser problema mais uma vez

O Corinthians pode ter mais problemas além de Elias e dos jogadores já lesionados para enfrentar o Ceará. Roberto Carlos foi substituído novamente por dores musculares. Ralf retornou, mas foi novamente atingido no tornozelo que havia contundido e deixou o campo no intervalo.

"Já tem tratamento no treino desta quinta. Vamos ver se faço um intensivo, como já havia feito, para tentar voltar no sábado", afirmou Ralf na saída do estádio. Lesionado contra o Grêmio, ele retornou 12 dias antes da previsão inicial, mas sentiu novamente o tornozelo.