Nuzman afirma que transporte será o grande legado dos Jogos 2016

 

 

 

 

 

Teve início, na noite desta quarta-feira, a Sports Events, evento que reúne 81 empresas de 13 países interessadas em negócios para a Copa do Mundo de 2014, a Olimpíada de 2016 e os Jogos Paraolímpicos de 2016. A abertura do evento contou com a participação de representantes dos governos estadual e municipal do Rio, além do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman.

 

No discurso de abertura, Nuzman lembrou que há no país 85 milhões de jovens que são alvo em potencial de marcas que possam investir no esporte. De acordo com ele, o maior legado para a cidade do Rio após a realização da Olimpíada será no setor de transportes. "Ninguém pega 300 mil pessoas e coloca em uma cidade e faz ela funcionar sem uma que haja uma grande mudança na estrutura", afirmou.

 

Andrew Parsons, presidente do Comitê Paraolímpico brasileiro também espera investimentos que agreguem a parcela de deficientes "No país, temos 25 milhões de deficientes que usam telefone celular, compram carros, comem, se vestem. Não me parece inteligente, para as empresas, ignorar essa parcela da população", afirmou.

 

A Sports Event, que também conta com a exposição de 25 empresas do Reino Unido, país que vai ser sede da Olimpíada em 2012, ficará até a sexta-feira (24) no Rio Centro.