Em clássico goiano, Atlético-GO vence e afunda Goiás

No clássico goiano, o Atlético-GO levou a melhor sobre o rival Goiás, por 3 a 1, nesta quarta-feira, no Estádio Serra Dourada, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Elias, Gilson e Juninho. Amaral descontou para a equipe esmeraldina.

Com o resultado, o Atlético-GO ultrapassa o Goiás e chega aos 23 pontos ganhos, na 17ª posição. Já o rival fica na 19ª colocação com 21. Ambos ainda continuam na zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Atlético-GO pega o Grêmio Prudente, outra equipe que busca pontos para deixar as últimas colocações da cométição. O duelo está marcado para as 18h30 (de Brasília) do sábado, no Estádio Serra Dourada. No mesmo dia e horário, o Goiás terá um complicado compromisso contra o São Paulo, no Morumbi.

O jogo

Jorginho mandou o Goiás a campo com três atacantes e a ligação da defesa com o ataque ficou sobrecarregada em Wellington Saci, que é lateral de origem. Bernardo que foi o encarregado da função nas partidas anteriores, deu lugar no time titular ao veloz Éverton Santos.

Já Renê Simões manteve o esquema utilizado nas últimas partidas, o 4-4-2. Com apenas uma mudança, no ataque: Marcão entrou no lugar de Juninho.

A partida começou com o Atlético-GO tomando as iniciativas. Com forte marcação, a equipe pressionou os rivais e conseguiu abrir o placar, logo aos 6min. Elias foi acionado na entrada da área e finalizou com precisão no canto esquerdo de Harlei para marcar o seu décimo gol na competição.

O gol não diminuiu a pressão do Atlético que continuou mandando no duelo. A equipe reclamou de pênalti Diguinho que foi derrubado por Harlei, após receber passe de cabeça de Marcão, aos 14min, porém o árbitro mandou o jogo seguir.

A equipe ainda teve boa chance de ampliar o placar com Thiago Feltri. O lateral ex-Atlético-MG recebeu belo passe de Diguinho e chutou cruzado para acertar a trave esquerda do goleiro Harlei. Quando o jogo parecia se caminhar para uma vitória tranquila da equipe dirigida por Renê Simões, veio o castigo.

Aos 26min, Felipe cobrou escanteio na cabeça de Amaral, que testou forte, sem chances para Marcão. Já no lance seguinte ao gol sofrido, o Atlético-GO teve mais uma boa oportunidade de balançar as redes. Gilson, aos 27min, cabeceou forte e Harlei fez uma ótima defesa.

Após o "susto", o duelo permaneceu truncado, com as duas equipes marcando muito forte e ao mesmo tempo errando muitos passes na saída de bola, o que dificultou bastante o trabalho dos atacantes, de ambas as equipes.

Para o segundo tempo, Jorginho fez duas mudanças em sua equipe. Vendo a falta de criatividade, o ex-auxiliar de Dunga na Seleção Brasileira coloco Bernardo e Romerito, nos lugares de Wellington Saci e Éverton Santos. Renê Simões fez apenas uma alteração, sacando Pituca, que já tinha cartão amarelo, para a entrada do meia-atacante Juninho.

O segundo tempo iniciou da mesma maneira que a primeira etapa, com o Atlético comandando as ações. E logo aos 5min, Gilson subiu mais que toda a defesa do Goiás, após cobrança de escanteio de Elias e cabeceou forte para marcar o segundo gol de sua equipe na partida.

Dando continuidade ao bom momento, o Atlético teve mais uma boa oportunidade de ampliar sua vantagem. Aos 13min, o goleiro Márcio foi ao ataque e cobrou falta que desviou na barreira, no rebote Marcão perdeu gol incrível.

Mais uma vez, a partida esfriou, com o Atlético-GO mais recuado pela vantagem no placar e o Goiás buscando o empate, porém sem organização tentando apenas com muita vontade de seus jogadores.

Com a partida praticamente "parada", a equipe comandada por Renê Simões conseguiu ampliar ainda mais o placar. Aos 40min, Elias recebeu passe na entrada da área e chutou forte, a bola bateu na trave direita de Harlei. O rebote caiu nos pés de Juninho, que apenas empurrou para as redes para dar números finais ao confronto.

FICHA TÉCNICA

Goiás 1 x 3 Atlético-GO

Gols

Goiás: Amaral, aos 26min do primeiro tempo

Atlético-GO: Elias, aos 6min do primeiro tempo, Gilson, aos 5min do segundo tempo e Juninho aos 40min do segundo tempo

Ponto Forte do Goiás 

Os bons apoios pela direita de Wendel Santos, que fez boas tabelas com Felipe

Ponto Forte do Atlético-GO 

Forte marcação desde o incío da partida, pressionando o adversário no campo de defesa

Ponto Fraco do Goiás 

Muita dificuldade para criar qualquer oportunidade de gol

Ponto Fraco do Atlético-GO 

Com a vantagem no placar e com o Goiás mal na partida, a equipe perdeu a oportunidade de aplicar uma goleada histórica

Personagem do jogo

O meia Elias participou de todos os gols do Atlético-GO, marcando um, dando assistência para o segundo e no terceiro iniciou a jogada finalizando na trave.

Esquema Tático do Goiás 

4-3-3

Harlei; Wendel Santos (Manoel), Valmir Lucas, Rafael Tolói e Júnior; Amaral, Wellington Monteiro e Wellington Saci (Romerito); Éverton Santos (Bernardo), Rafael Moura e Felipe. Técnico: Jorginho

Esquema Tático do Atlético-GO 

4-4-2

Márcio, Victor Ferraz, Daniel Marques, Gilson e Thiago Feltri; Agenor, Pituca (Juninho), Robston e Diguinho (Keninha); Elias e Marcão (Anaílson). Técnico: Renê Simões

Cartões amarelos

Goiás: Valmir Lucas e Wellington Monteiro 

Atlético-GO: Daniel Marques, Agenor, Pituca e Diguinho

Árbitro

Sálvio Spínola Fagundes Filho (SP) Local 

Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)