Muricy, Fred e Conca explicam porque não se consideram ídolos

JB Online

RIO - Curiosamente na semana do clássico diante do Vasco três personagens super identificados com a torcida falaram que por mais que tenham feito ótimas coisas pelo Fluminense, ainda não se consideram ídolos da torcida tricolor. Nas declarações o discurso era o mesmo, "ainda não temos um título para chegar a esta idolatria", mas ainda assim as atitudes de Muricy Ramalho, as jogadas incríveis de Conca e os gols decisivos de Fred encantam a torcida e os fazem se não ídolos, pelo menos com um lugar reservado no coração dos tricolores.

Recentemente Muricy Ramalho foi convidado para ser o técnico da Seleção Brasileira, mas preferiu honrar seu compromisso com o Fluzão e ficou no comando do tricolor, visando fazer história no Fluminense. Muricy garantiu que este fato já ocorreu com eles outras vezes e isso o fez ganhar mais experiência, mas o mais importante para uma torcida não deve ser o treinador e sim seus jogadores.

- Tenho na minha carreira algo que não sei se é sorte, pois não acredito muito nisso. Todo lugar que estou alguém quer me tirar deste lugar, mas eu não abandono e isso acaba me identificando muito com o clube. Claro que no lado econômico isso não é legal, mas eu cresço no clube. Procuro fazer meu trabalho aqui no Flu e ganhar a torcida, para isso é importante ganhar. O mais importante para um clube e para sua torcida são seus jogadores. - Afirmou Muricy Ramalho.

Já Conca, declarou inúmeras vezes que não faz nada para forçar ser este ídolo, porém se isso ocorrer um dia será motivo de orgulho para ele. O argentino garantiu que o mais importante para ele é que o grupo do Fluminense esteja bem e vencendo, pois seu principal objetivo com a camisa tricolor é conquistar títulos.

- Não sei se é a melhor fase, o Fluminense está bem e eu vou junto. Vai passando o tempo e vai melhorando alguma coisa. Penso mais no grupo e no Fluminense que é o mais importante, quero me entregar pelo Fluminense e buscar o título. - Ressaltou Conca.

Outro que tem um carinho fora do normal da torcida tricolor é o atacante Fred, o camisa 9 do Fluzão mesmo lesionado sempre é lembrado como o ponto de desequilibro pelos torcedores e isso o faz ter mais motivação para estar em campo como costuma declarar em sua coluna no nosso site oficial. Fred foi figura fundamental para evitar o rebaixamento tricolor no ano passado e proporcionou esta bela campanha que o time faz em 2010. Porém o atacante repete o discurso de seu companheiro Conca e garante que para ser ídolo é preciso ganhar um grande título e é o que busca todos os dias.

- Me considero respeitado e querido pelos torcedores, mas ídolo ainda não sou. Tenho que conquistar um grande título para chegar a este posto um dia. Trabalho todos os dias para chegar a este objetivo e sei que o torcedor quer isso. - Salientou Fred.

Site do Flu