Moratti prefere "um time multiétnico a comprar a vitória"

Portal Terra

ROMA, ITÁLIA - O presidente do Inter de Milão, Massimo Moratti, fez uma declaração explosiva na imprensa italiana nesta terça-feira, ao afirmar que preferia "ter um time multiétnico do que comprar a vitória", em alusão aos títulos de campeonato que a justiça retirou do Juventus (2005 e 2006).

Foi com essa frase que Moratti respondeu a uma pergunta sobre a popularidade de seu time, campeão da Itália nos últimos cinco anos.

Já o presidente do Juventus de Turim, Andrea Agnelli, respondeu que "Moratti deveria aprender a desfrutar mais de suas vitórias, evitando fazer declarações inúteis".

"Nunca souberam perder e, principalmente, nunca aprenderam a ganhar", disse por sua vez John Elkann, herdeiro do grupo Agnelli, presidente da Fiat e da Exor.

O Inter do espanhol Rafael Benítez ganhou a Supercopa da Itália no sábado escalando um time sem jogadores italianos, exceto Marco Materazzi, que entrou em campo nos últimos minutos da partida.