Mesmo sem Mourinho, Inter é favorito na Itália

Agência AFP

ROMA - Depois do melhor ano de sua história, com a conquista da tríplice coroa (Copa-Campeonato-Champions), o Inter de Milão perdeu o técnico, o português José Mourinho, mas diante de Milan e Juventus ainda frágeis, o time agora comandado pelo espanhol Rafa Benítez é o grande favorito para a conquista do campeonato italiano, que começa sábado.

Apenas a Roma do veterano Francesco Totti conseguiu fazer alguma frente ao Inter nos últimos anos, mas o time de Milão mostrou a força na semana passada ao derrotar a equipe da capital por 3-1 na Supercopa da Itália.

A Sampdoria, de Antonio Cassano, e o Napoli, de Pocho Lavezzi, também sonham em surpreender, mas seus elencos estão muito abaixo do atual pentacampeão italiano.

O time dos brasileiros Lúcio, Julio Cesar, Maicon e Thiago Mota só tem como adversário, em tese, a ressaca pós-Mourinho, já que após apenas duas temporadas sob o comando do português, a imprensa e a torcida já falam de um antes e um depois de José Mourinho no Inter.

A Inter manteve a base, com os argentinos Javier Zanetti, Diego Milito, Cambiaso, além do camaronês Samuel Eto'o e do meia holandês Wesley Sneijder.

A Roma aposta em Totti e no brasileiro Adriano, que volta ao futebol italiano.

Já o Milan, com o técnico Masimiliano Allegri, que substitui o brasileiro Leonardo, depende do talento de um Ronaldinho Gaúcho intermitente e da boa fase de Alexandre Pato. Na defesa, a equipe conta com Tiago Silva.

A Juventus, fora da Liga dos Campeões aposta em Simone Pepe e Aquilani, mas perdeu o brasileiro Diego.