Alonso supera Sutil e fecha sexta-feira em 1º na Bélgica

Portal Terra

DA REDAÇ O - O espanhol Fernando Alonso terminou a sexta-feira como o mais rápido dos pilotos nos treinos livre para o GP da Bélgica de Fórmula 1. Com o tempo de 1min49s032, Alonso fechou o primeiro dia de trabalhos em Spa-Francorchamps na primeira colocação, vencendo "nos acréscimos" um duelo com o surpreendente Adrian Sutil, segundo colocado com 1min49s157 em sua Force India.

A sessão "da tarde", segunda do dia, foi realizada sem chuva e permitiu aos pilotos explorarem melhor o traçado belga - um dos mais elogiados pelos próprios pilotos no calendário. Sem água sobre o asfalto, as escuderias superaram com facilidade o melhor tempo dos trabalhos inaugurais, quando o próprio Fernando Alonso foi o primeiro com 2min00s797.

Spa-Francorchamps novamente foi palco de uma bela exibição da Force India, que fez a pole position e conquistou o segundo lugar em 2009 com o italiano Giancarlo Fisichella. Apesar do treino fraco de Vitantonio Liuzzi nesta sexta-feira, o alemão Adrian Sutil esteve constantemente na briga com carros de McLaren, Renault e Ferrari pelos primeiros lugares.

A Red Bull, melhor escuderia do ano, fez mais um treino apagado. Sebastian Vettel foi apenas o sexto colocado, enquanto Mark Webber foi ainda pior: 18º lugar, com dois segundos de desvantagem para o espanhol da Ferrari.

A chuva do treino da manhã perdeu força, mas a pista ainda molhada enganou alguns dos pilotos nas primeiras voltas - com pneus intermediários, Liuzzi e Timo Glock, da Virgin, perderam aderência e escaparam. Mais à frente, enquanto o asfalto ia secando, os pilotos iam se superando nos melhores tempos.

Primeiro, Lewis Hamilton marcou 1min59s397; depois Robert Kubica fez 1min58s311.

Mais tarde, Adrian Sutil desbancou o polonês com uma volta de 1min58s149, já se destacando com um traçado seco bastante visível. A marca passou bastante tempo encabeçando a lista, mas foi batida por outro nome pouco cotado: Jaime Alguersuari. Faltando pouco mais de 40 minutos para o fim da sessão, o espanhol da Toro Rosso fez 1min55s329 e assumiu o primeiro posto. Um minuto depois, Kamui Kobayashi voou com a Sauber: 1min53s678.

O japonês ainda melhorou, com 1min52625, desbancando o australiano Mark Webber, que iniciava suas tentativas do dia. Para piorar, um aparente problema em sua Red Bull fez Webber correr por pouco tempo, conduzindo o carro lentamente pelo traçado. Mas logo veio Jenson Button e "acordou" a pista: depois de fazer 1min51s137 e superar Kobayashi, melhorou os dois primeiros setores e cruzou abaixo de 1min50s pela primeira vez: 1min49s755.

Felipe Massa, que tentava superar o atual campeão do mundo, marcou "apenas" o segundo tempo no momento, 1min50s144, vencendo uma breve briga particular com Robert Kubica. Rubens Barrichello, em seu 300º GP, chegou a andar em quinto, mas perdeu espaço com duas escapadas de sua Williams. E em mais um golpe nos brasileiros, Kubica venceu nova batalha com Massa ao marcar 1min49s873, assumindo o então segundo posto.

"Intruso" na briga das grandes, Adrian Sutil recolocou a Force India no topo com 1min49s698. Hamilton fez 1min49s248 e voltou a liderar com a McLaren, mas o alemão marcou 1min49s157 e não deixou barato. E para ajudar Sutil, o treino foi interrompido quando faltavam 15 minutos, em virtude de um alerta da organização para uma possível invasão de torcedores em área perigosa da pista.

Os pilotos voltaram então para os boxes, e o safety car foi para a pista, de onde só saiu quando faltavam menos de quatro minutos para o fim. Na fila dos boxes para sair, os pilotos adotaram majoritariamente os pneus para pista seca. E em meio a um traçado cheio de carros, quem levou a melhor foi Fernando Alonso, que marcou 1min49s032, reforçando sua imagem positiva do treino da manhã. Felipe Massa, que saiu junto para sua última tentativa, foi quinto.

Os demais brasileiros não surpreenderam: Rubens Barrichello foi nono, com Lucas di Grassi em 21º e Bruno Senna em 22º. Com a programação de sexta-feira encerrada, os carros só voltam à pista no sáb