Vitória se 'vinga' do Santos e faz 4 no Barradão

Portal Terra

DA REDAÇ O - Vitória e Santos voltaram a se encontrar neste domingo no Barradão, onze dias depois da decisão da Copa do Brasil, conquistada pelos santistas mesmo com a derrota para os baianos. Num jogo com muitos gols, agora pela 14ª rodada do Brasileiro, o Vitória voltou a vencer, desta vez por 4 a 2, resultado que afastou a equipe da zona do rebaixamento.

Em relação aos jogadores que entraram em campo há duas semanas, Dorival teve que promover muitas mudanças. Robinho e André já deixaram o Santos, Wesley negocia a sua transferência e Neymar e Rafael, lesionados, desfalcaram o time alvinegro. Além disso, o lateral esquerdo Léo ainda está buscando a melhor forma física e nem viajou para Salvador.

No lado do anfitrião, a maior mudança foi no banco de reservas. Toninho Cecílio chegou para o lugar de Ricardo Silva, que voltou a ser auxiliar. Viáfara, lesionado justamente na partida contra os santistas, ficou de fora, sendo substituído por Lee.

Com o resultado, o Vitória chegou aos 17 pontos e agora é o 14º colocado, mas ainda continua perto da zona do rebaixamento. O Santos, com um jogo a menos, estacionou nos 18 pontos e permanece na 11ª posição.

O primeiro tempo foi um pouco truncado, com muita disputa, mas o Vitória fez valer o mando de campo e teve as melhores chances. Com muitos desfalques, o Santos não conseguiu apresentar o seu melhor futebol. A primeira chance dos baianos foi aos 7min, quando Schwenck cabeceou à esquerda de Felipe, assustando o goleiro.

Aos 20 o placar se movimentou no Barradão. O jovem Henrique, uma surpresa na escalação, apareceu bem no meio da área e, entre os zagueiros, aproveitou cruzamento pelo lado esquerdo e mandou no canto direito, sem chances para Felipe.

Aproveitando o bom momento, o time da casa ampliou cinco minutos depois. Wallace recebeu passe sozinho dentro da área, em condição legal, e chutou. Felipe fez a defesa parcial, mas o zagueiro aproveitou o rebote e fez o segundo do Vitória.

O gol mexeu com os santistas, que começaram a reagir. Aos 29min, Ganso arriscou de fora da área, o goleiro Lee espalmou e Marcel, após uma confusão na área, conseguiu aproveitar e chutar, diminuindo a desvantagem do Santos.

O jogo se encaminhava para o intervalo quando o Vitória conseguiu ampliar. Aos 47min, Henrique recebeu lançamento na esquerda, dentro da área, dominou e bateu rasteiro no canto direito de Felipe, fazendo o seu segundo na partida.

Em desvantagem, Dorival colocou o experiente Marquinhos em campo, para fazer companhia a Ganso, e o Santos foi para a pressão. Aos 9min, Zé Eduardo, pelo lado esquerdo, cruzou no segundo poste. A bola sobrou para Maranhão, vindo de trás. O lateral mandou um chute forte, de primeira, e carimbou o travessão.

Aos 22min, Madson, outro a entrar na segunda etapa, lançou para Zé Eduardo, dentro da área, pelo lado esquerdo. O atacante bateu cruzado de primeira, de perda esquerda, no ângulo do goleiro Lee.

Quando o Santos dava sinais de que ia pressionar ainda mais para chegar ao empate, Dracena, aos 25min, colocou a mão na bola dentro da área, fez pênalti e foi expulso. Schwenck bateu no canto direito, Felipe caiu no esquerdo, e o Vitória voltou a abrir dois gols de vantagem.

Depois do quarto gol, o time da casa procurou valorizar o toque de bola para fazer o tempo passar, explorando os espaços deixados pelos visitantes, que, mesmo com um homem a menos, foram ao ataque em busca dos gols.

Em um dos contra-ataques, aos 30min, Elkeson recebeu dentro da área, pelo lado esquerdo, e chutou forte. O goleiro Felipe fez boa defesa e mandou a bola para o escanteio. A situação do Vitória ficou ainda mais fácil aos 40min, quando o meia Marquinhos foi expulso por reclamação. Com dois jogadores a mais, os baianos apenas administraram a partida até o fim.

Na próxima rodada, o Vitória enfrenta o Cruzeiro no Estádio Ipatingão, no domingo, às 18h30 (de Brasília). O Santos, por sua vez, recebe no mesmo dia, na Vila Belmiro, o Atlético-MG, às 16h.