Teixeira conversa com Seleção e pede aproximação da torcida

Renato Pazikas, Portal Terra

NOVA JERSEY - A Seleção Brasileira, que se prepara para enfrentar os Estados Unidos em amistoso nesta terça-feira, recebeu uma visita antes do treino da tarde desta segunda, em Nova Jersey. O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, foi ao hotel em que a equipe está concentrada e conversou por alguns minutos com os novos comandados de Mano Menezes.

O presidente pediu, entre outras coisas, mais aproximação entre o time e os torcedores do Brasil. Dois pedidos foram para que os jogadores atendam mais os fãs - com autógrafos e fotografias no hotel, por exemplo - e para que não saiam direto da pista do aeroporto para o ônibus quando chegarem a alguma cidade. A recomendação é para que passem pelo saguão, onde a torcida pode recebê-los com festa.

Um dos atletas mais experientes da nova leva de convocados, o atacante Robinho aprovou o diálogo com Teixeira. "Foi uma conversa muito boa. Vamos tentar cumprir o que foi pedido", afirmou.

Com o antigo treinador, Dunga, a Seleção ficou muito fechada e a relação entre torcida e jogadores ficou bastante restrita. Ao contratar Mano, o presidente da CBF mostra que a postura deve ser diferente desde já, visando à Copa do Mundo de 2014, a ser disputada no Brasil.